Prêmios, Projetos e Destaques Acadêmicos

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
Voltar
 


Seção: Prêmios  

Em sessão solene do Conselho Universitário, docentes de quatro áreas do conhecimento recebem o título de Professor Emérito


Título é reconhecimento a relevantes serviços prestados à Universidade.

Em sessão solene do Conselho Universitário, quatro docentes da Universidade receberam o título de Professor Emérito: José Carlos D´Abreu, do Departamento de Engenharia de Materiais; Luiz de França Costa Lima Filho, do Departamento de História; Margarida Maria de Paula Basílio, do Departamento de Letras; e Oswaldo Chateaubriand Filho, do Departamento de Filosofia.

 

José Carlos D´Abreu

Doutor em Engenharia Metalúrgica, José Carlos D´Abreu atua na PUC-Rio desde 1968. É coordenador do Grupo de Siderurgia do DEMa, onde está à frente de um grande número de projetos de pesquisa financiados por agências governamentais e empresas.

O professor já publicou 156 artigos em anais de eventos nacionais e internacionais e mais de 30 mil em periódicos. Orientou 43 dissertações de mestrado e nove teses de doutorado, além de 34 trabalhos de conclusão de cursos de graduação e especialização. Desenvolve suas pesquisas nas áreas de Materiais, Metalurgia e Mineração, com ênfase em Siderurgia, Tecnologia Ambiental e Energia.  Sua atuação fora da PUC-Rio está fortemente vinculada à Associação Brasileira de Materiais; é também membro titular do Fórum de Competitividade Siderúrgica do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), e atua como consultor do grupo que elabora o Plano 2030 de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia. Desde 2007, é consultor do Centro de Gestão de Estudos Estratégicos – CGEE.

Ao longo de sua vida acadêmica, D´Abreu recebeu mais de duas dezenas de prêmios, entre os quais se destacam a medalha de ouro da ABM, em 2008, e o Prêmio Finep de Inovação Tecnológica 2009, por seu trabalho pioneiro na tecnologia brasileira de autorredução de minério de ferro, patenteada em 23 países.

 

Luiz de França Costa Lima Junior

O professor Luiz de França desenvolve atividades de pesquisa na área de História, com ênfase em Teoria e Filosofia da História, atuando principalmente em Literatura, Cultura, Literatura Brasileira e Crítica Literária. Suas pesquisas acadêmicas deram origem à publicação de 104 artigos em periódicos nacionais e internacionais, 34 capítulos de livros, 20 livros de autoria exclusiva – um deles traduzido para o Alemão e outros três para o Inglês – 90 textos em jornais, além da organização de dois livros.

O professor iniciou sua carreira docente na PUC-Rio em 1965, tendo orientado oito teses de doutorado e 10 dissertações de mestrado. Envolveu-se de forma decisiva na criação das pós-graduações tanto do Departamento de Letras quanto do de História.

Entre os prêmios recebidos, destacam-se os de Pesquisador Estrangeiro do Ano, concedido pela Fundação Alexander von Humbolt, o Prêmio Jabuti de 2007, pelo livro História, Ficção e Literatura, o Prêmio de Ensaio e Crítica Literária, da Academia Brasileira de Letras, e o Prêmio Mário de Andrade – Categoria Ensaio Literário, da Biblioteca Nacional, ambos obtidos em 2009, pelo livro O controle do imaginário & A afirmação do Romance.

Luiz de França foi homenageado, ainda, com a publicação do volume Máscaras da Mímesis, A Obra de Luiz Costa Lima, organizados por Hans Ulrich Gumbrecht e João Cezar de Castro Rocha, e pela publicação do número especial da revista australiana Crossroads. É Fellow do Wissenschaftkolleg de Berlim e professor honorário na School of History, Philosophy, Religion and Classics da University of Queensland, Austrália.

 

Margarida de Paula Basilio

Margarida Basilio iniciou sua carreira na PUC-Rio também em 1968. Ao longo de sua atuação na Universidade, orientou 25 dissertações de mestrado e 16 teses de doutorado e participou de mais de 50 bancas, inclusive de concursos em diversas instituições brasileiras. Como pesquisadora, publicou 22 artigos em periódicos, 9 livros, 20 capítulos de livros e mais 70 resumos em anais de congressos. Suas atividades se desenvolvem na área de Linguística, com ênfase em Morfologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Léxico, Língua Portuguesa, Morfologia, Formação de Palavras e Estruturas Lexicais.

 

Oswaldo Chateaubriand Filho

Chateaubriand leciona no Departamento de Filosofia da PUC-Rio desde 1978, onde orientou 17 teses de doutorado, 20 dissertações de mestrado e três trabalhos de iniciação científica.

O professor tem destacada atuação nas áreas de Filosofia da Lógica, Filosofia da Matemática e Filosofia da Linguagem. O reconhecimento internacional de seu trabalho o levou a ser eleito membro titular do Institut International de Philosophie, com sede em Paris.  Outra distinção a que fez jus foi o volume Logic, Language and Knowledge: Essays in honour of Oswald Chateaubriand Filho, publicado em 1999.

Sua produção intelectual resultou na publicação de dois livros, na organização de outros dois, na confecção de nove capítulos de livros e em mais de 50 artigos publicados em periódicos especializados. Participou de mais de 126 eventos científicos e organizou mais de 10. De suas publicações destacam-se os dois volumes de Logical Forms, lançados em 2001 e 2005, que foram objetos de dois números da revista Manuscrito, com artigos críticos de pesquisadores do Brasil e do exterior.

O título de Professor Emérito é concedido a professores do Quadro Principal, em virtude de relevantes serviços prestados à Universidade. A aprovação dos agraciados atende a critérios rigorosos e é submetida à apreciação de órgãos colegiados em diversas instâncias.

 

Por Renata Ratton

Assessoria de Comunicação

Vice-Reitoria Acadêmica

 

 

Publicada em: 17/07/2012

 
Imprimir esta página
 
Busca:
Voltar

Powered by Publique!