Prêmios, Projetos e Destaques Acadêmicos

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
Voltar
 


Seção: Prêmios  

Dissertação do IRI conquista prêmio da ABRI


Trabalho da professora Suzana Velasco investiga relações entre aumento de políticas de segurança à imigração e formação de identidade transnacional na Europa contemporânea

A dissertação da jornalista e professora do Instituto de Relações Internacionais Suzana de Souza Lima Velasco recebeu o prêmio de melhor trabalho no 1º Concurso de Teses e Dissertações da Associação Brasileira de Relações Internacionais – ABRI. A escolha foi unanimidade entre a comissão julgadora, constituída pelos professores Eiiti Sato, da UnB, Eugênio Pacelli Lazzarotti Diniz Costa, da PUC-MG, José Flávio Sombra Saraiva, da UnB, e Monica Herz, da PUC-Rio.

Intitulada A imigração na União Européia: Uma leitura crítica a partir do nexo entre securitização, cidadania e identidade transnacional, a pesquisa - orientada pela professora Carolina Moulin Aguiar - teve como objetivo central mostrar como a UE institucionalizou o imigrante como ameaça existencial e de que modo esse processo está relacionado à resistência do Estado-nação como lócus de identidade e condição de cidadania, mesmo na constituição de uma cidadania europeia.

- Busquei investigar as relações entre o aumento das políticas de segurança direcionadas ao imigrante na União Europeia e a formação de uma identidade transnacional na Europa contemporânea, uma identidade que foge às identificações políticas nacionais, ainda muito marcantes, e busca se adequar à transnacionalidade construída pela União Europeia, esclarece Suzana.

Ela conta que escolheu o tema por conta de a imigração ser hoje um assunto extremamente relevante na política internacional, em permanente discussão tanto pelos governos nacionais e pelas instituições da União Europeia quanto pela sociedade civil e pela mídia. “Este tema também me permitiu fazer um trabalho interdisciplinar, usando literatura de Relações Internacionais, Sociologia e Ciências Políticas”, sublinha.

Segundo Suzana, a imigração na União Europeia é frequentemente abordada pelos meios de comunicação, que muitas vezes replicam estereótipos em relação aos imigrantes, como no caso da consolidação da expressão "imigrante ilegal" - uma expressão que reforça a ideia de ilegalidade na própria existência do imigrante.

- Na dissertação, eu usei algumas matérias de jornais para exemplificar o discurso sobre a imigração e também como fonte para contar casos recentes de medidas de segurança tomadas contra os imigrantes, como nos aeroportos. Também usei discursos políticos de governantes a que tive acesso por meio de órgãos de comunicação. Em suma, o tema e a abordagem não têm relação com o jornalismo, mas a mídia me serviu como fonte para algumas análises.

 

Por Renata Ratton

Assessoria de Comunicação

Vice-Reitoria Acadêmica

Publicada em: 10/09/2012

 
Imprimir esta página
 
Busca:
Voltar

Powered by Publique!