Prêmios, Projetos e Destaques Acadêmicos

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
Voltar
 


Seção: Prêmios  

Ciência da Computação: mulheres dando as cartas


Professora Clarisse Sieckenius, da Informática, é primeira brasileira homenageada pelo projeto Notable Women in Computing, da Universidade de Duke, que desenvolveu baralho estampado com o rosto e os dados de pesquisadoras de reconhecimento internacional

 

A professora Clarisse Sieckenius de Souza, Titular do Departamento de Informática, é a primeira brasileira homenageada pelo projeto Notable Women in Computing, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, que busca valorizar a participação feminina na Ciência da Computação, registrando o trabalho de pesquisadoras de reconhecimento internacional.

Junto a outras 53 especialistas na área, ela teve seu rosto estampado em carta de baralho – o dez de espadas - criado pelo projeto. Todas as pesquisadoras selecionadas receberam prêmios de alto nível, de mais de uma instituição. O projeto também busca retratar a diversidade das mulheres na Computação, apresentando profissionais de uma variedade de países e culturas.

Com relação à divulgação do baralho, a proposta é que seja utilizado em salas de aula, principalmente no Ensino Médio, de forma a que os alunos possam conhecer mais sobre profissões ligadas à Computação e a presença de mulheres nesse campo do conhecimento.

 - A inclusão de meu nome na primeira edição do baralho das Notable Women in Computing é uma homenagem a todas as pesquisadoras brasileiras da área Computação. Sou a representante de todas elas desta vez, tal como cada uma das outras 53 pesquisadoras representam o seu país, o seu momento na história, a sua especialidade. Estou muito honrada e muito feliz de participar de uma iniciativa tão importante, capitaneada pela profa. Susan Rodger da Universidade de Duke e divulgada pelo baralho e poster lindamente idealizados e produzidos com a participação de Katy Dickinson (Consultora de Desenvolvimento de Recursos Humanos) e Jessica Dickinson Goodman (Designer), comemora Clarisse.

Para saber mais sobre o projeto, há um vídeo que foi usado no processo de crowdfunding para a produção e distribição dos baralhos em: https://d2pq0u4uni88oo.cloudfront.net/projects/1387876/video-450483-h264_high.mp4 . Nele, a designer Jessica Goodman explica bem o projeto, embora o financiamento já tenha sido encerrado e com enorme sucesso. Mais informações em: https://www.kickstarter.com/projects/jessidg/notable-women-in-computing-card-deck). 

Sobre a professora Clarisse Sieckenius de Souza (fonte: Plataforma Lattes)

É professora titular do Departamento de Informática da PUC-Rio. Sua pesquisa concentra-se na área de Interação Humano-Computador (IHC), da qual foi uma das pioneiras na Ciência da Computação brasileira. Seus principais interesses na área são: abordagens teóricas e científicas de IHC, métodos de avaliação de interfaces e interação com sistemas, comunicação mediada por computador, end-user programming e sistemas de explicação. Em 2010, voltou-se para o ensino de raciocínio computacional para crianças e jovens, trazendo seus interesses de pesquisa para este campo e propondo que programação - neste contexto - é uma forma de auto-expressão através de software.

Clarisse é a criadora da Engenharia Semiótica, uma teoria de base semiótica para IHC, e (co)autora de artigos e livros internacionalmente publicados. Foi por cinco anos membro do Comitê Assessor de Ciência da Computação do CNPq e desde 2009 tem bolsa de "Cientista do Nosso Estado concedida pela FAPERJ. Em 2010 foi agraciada com o ACM SIGDOC Rigo Award e, em 2013, tornou-se membro da ACM SIGCHI CHI Academy. Em 2014, recebeu o título de HCI Pioneer, outorgado pelo Comitê Técnico de Interação Humano-Computador (TC13) da IFIP. 

 

Por Renata Ratton

Assessoria de Comunicação

Vice-Reitoria Acadêmica

Publicada em: 10/03/2015

 
Imprimir esta página
 
Busca:
Voltar

Powered by Publique!