Prêmios, Projetos e Destaques Acadêmicos

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
Voltar
 


Seção: Prêmios  

Sistema autônomo de limpeza e inspeção de risers (AURI), desenvolvido pelo Centro de Estudos em Telecomunicações da PUC-Rio, vence Prêmio ANP de Inovação Tecnológica 2015


Categoria Inovação Tecnológica desenvolvida por instituição de ciência e tecnologia nacional foi a mais disputada do prêmio

Um sistema composto por família de robôs para limpeza e inspeção completa de dutos verticais, desenvolvido pelo Centro de Pesquisa em Tecnologia de Inspeção (CPTI), do Cetuc - que tem à frente o professor Jean Pierre Von der Weid - foi o grande vencedor do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica 2015. A cerimônia de entrega foi realizada ontem, no Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro.

No âmbito do AURI (Autonomous Underwater Riser Inspector), três opções foram desenvolvidas pelo CPTI em parceria com o Cenpes, da Petrobras: um robô elétrico que inspeciona dutos até 300m de profundidade, subindo e descendo com cabos umbilicais e trusters para autopropulsão; um robô autônomo que pode ir até três mil metros de profundidade, com movimentação a partir da flutuabilidade positiva e negativa; e um limpador de potência hidráulica com escovas rotativas para uso nos primeiros 50 metros dos dutos.

Os risers são componentes vitais para a produção de petróleo e gás no mar, pois conectam os equipamentos que estão no fundo do mar com as unidades flutuantes - as plataformas. Normalmente, são limpos e inspecionados por mergulhadores ou por ROVs (robôs de operação remota). O equipamento desenvolvido se instala ao redor dos risers, deslocando-se verticalmente para realizar os serviços.

 Modelo computacional do sistema AURI, a melhor inovação tecnológica do Prêmio ANP</STRONG><STRONG> 
 Modelo computacional do sistema AURI, a melhor inovação tecnológica do Prêmio ANP 

Outra inovação do projeto foi o desenvolvimento de um sistema semiautomático de limpeza de risers. Estes dutos normalmente são cobertos por vida marinha, que impede a visualização da superfície externa encobrindo os possíveis defeitos superficiais. Foi desenvolvido, então, o AURI de limpeza, composto por escovas rotativas que, além de realizar a limpeza externa, deslocam o equipamento ao longo dos risers. Como as escovas geram atrito contra a parede dos risers, este atrito gera o deslocamento vertical de descida ou de subida. Seu desempenho implica em uma limpeza e inspeção em tempo dez vezes menor do que os procedimentos normais.

Em sua terceira edição, o Prêmio ANP é reconhecido como um título de excelência, pois incentiva e reconhece o trabalho de instituições de pesquisas e empresas que desenvolvem soluções inovadoras para a indústria brasileira do petróleo, gás natural e biocombustíveis. 

A escolha do vencedor foi feita por um comitê integrado por profissionais do IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo), ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) e Coppe/UFRJ. Dos 55 trabalhos inscritos nas três categorias, a categoria I “Inovação Tecnológica desenvolvida por instituição de ciência e tecnologia nacional” ficou com 42 concorrentes para a seleção dos finalistas, revelando-se a mais concorrida.

Fonte: Approach Comunicação Integrada/Assessoria de Imprensa do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio)

Por Renata Ratton

Assessoria de Comunicação

Vice-Reitoria Acadêmica

 

Publicada em: 07/08/2015

 
Imprimir esta página
 
Busca:
Voltar

Powered by Publique!