Prêmios, Projetos e Destaques Acadêmicos

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
Voltar
 


Seção: Projetos  

Quatro projetos de INCTs coordenados por professores da PUC-RIO são recomendados para financiamento no edital MCTI/CNPq/CAPES/FAPs


Engenharia de Superfícies, Nanodispositivos Semicondutores, Web Science e BRICS são as áreas dos institutos tecnológicos

Quatro propostas de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) coordenados por professores da Universidade foram recomendadas  para financiamento na Chamada INCT-MCTI/CNPq/CAPES/FAPs. São elas: National Institute of Surface Engineering, submetida pelo professor Fernando Lázaro Freire Junior, da Física; INCT on Semiconductor Nanodevices, submetida pela professora Patrícia Lustoza de Souza, do CETUC; Research Institute of the BRICS, submetida pela professora Ângela Maria Cavalcanti da Rocha, da Administração; e INCT of Web Science, submetida pelo professor Carlos Jose Pereira de Lucena, da Informática.

Todas as propostas foram avaliadas por, no mínimo, três consultores ad hoc internacionais e posteriormente pelo comitê julgador, que esteve reunido na sede do CNPq no período de 25 a 28 de abril de 2016.

Além dos projetos citados, um grande número de pesquisadores da Universidade integra outros INCTs, em diversas áreas do conhecimento, coordenados por instituições de pesquisa sediadas em todo o país.

 

Sobre o programa:

O Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia tem metas ambiciosas e abrangentes em termos nacionais como possibilidade de mobilizar e agregar, de forma articulada, os melhores grupos de pesquisa em áreas de fronteira da ciência e em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do país; impulsionar a pesquisa científica básica e fundamental competitiva internacionalmente; estimular o desenvolvimento de pesquisa científica e tecnológica de ponta associada a aplicações para promover a inovação e o espírito empreendedor, em estreita articulação com empresas inovadoras, nas áreas do Sistema Brasileiro de Tecnologia (Sibratec).

Além de promover o avanço da competência nacional nas devidas áreas de atuação, criando ambientes atraentes e estimulantes para alunos talentosos de diversos níveis, do ensino médio ao pós-graduado, o Programa também se responsabilizará diretamente pela formação de jovens pesquisadores e apoiará a instalação e o funcionamento de laboratórios em instituições de ensino e pesquisa e empresas, proporcionando a melhor distribuição nacional da pesquisa científico-tecnológica, e a qualificação do país em áreas prioritárias para o seu desenvolvimento regional e nacional. Os Institutos Nacionais devem ainda estabelecer programas que contribuam para a melhoria do ensino de ciências e a difusão da ciência para o cidadão comum.

Por Renata Ratton

Vice-Reitoria Acadêmica
PUC-Rio

Publicada em: 12/05/2016

 
Imprimir esta página
 
Busca:
Voltar

Powered by Publique!