>Pós-Graduação e Pesquisa>

Notícias da Pós-Graduação

Imagem de uma das entradas da PUC-RIO pela Rua Marquês de São Vicebte
 


Seção: Noticias  

PUC-Rio ganha três posições no cenário nacional e mantém destaque em reputação acadêmica entre universidades brasileiras no "QS World Ranking"

 

Também é a primeira universidade do Estado em reputação junto a empregadores no mercado de trabalho e a segunda brasileira em internacionalização do corpo docente

 

O QS World Ranking 2016, elaborado pela empresa de consultoria do Reino Unido Quacquarelli Symonds (QS), foi divulgado na segunda-feira, 5 de setembro.

Neste ano, a PUC-Rio subiu três posições no ranking brasileiro, ocupando o quinto lugar geral e mantendo a tradição da instituição como primeira universidade privada brasileira.

– A Universidade destaca-se, mais uma vez, no âmbito acadêmico, ganhando duas posições no cenário internacional e mantendo a quarta colocação nacional em reputação acadêmica, acrescenta o professor Marco Antonio Casanova, Coordenador Central de Planejamento e Avaliação da Vice-Reitoria Acadêmica. Ele acrescenta que a internacionalização continua se mostrando um diferencial: “subimos uma posição em relação à internacionalização do corpo docente, assumindo a segunda posição entre as universidades brasileiras”.

No contexto da reputação entre empregadores, a universidade está em quarto lugar entre as brasileiras, sendo a primeira universidade do Estado do Rio de Janeiro no indicador de reputação junto aos empregadores no mercado de trabalho.

Os resultados do QS World Ranking 2016 foram divulgados no site http://www.topuniversities.com/university-rankings e na mídia nacional e internacional.

 

Sobre os QS World Rankings:

Os QS World University Rankings são classificações universitárias anuais publicadas pela Quacquarelli Symonds (QS), do Reino Unido. A empresa originalmente lançou seus rankings em publicação conjunta com a Times Higher Education (THE), entre 2004 e 2009, sob o nome Times Higher Education - QS World University Rankings, mas essa colaboração foi encerrada em 2010, com a retomada da publicação pela QS, utilizando a metodologia pré-existente e nova cooperação entre a Thomson Reuters e a Times Higher Education World University Rankings.

Atualmente, os rankings da QS compreendem tanto tabelas classificativas mundiais quanto regionais, que são independentes e diferentes umas das outras devido a diferenças nos critérios e ponderações utilizadas para gerá-los. A classificação da QS é uma das três classificações internacionais de universidades mais influentes e amplamente observadas, juntamente com o Times Higher Education World UniversityRankings e a Classificação Acadêmica das Universidades Mundiais.

Para mais informações, acesse: www.topuniversities.com.  

Por Renata Ratton

Assessoria de Comunicação

Vice-Reitoria Acadêmica

 

Publicada em: 06/09/2016


Imprimir esta página
 

 

Voltar


Powered by Publique!